Postado por em 02/07/2014 • 2:21am

O site The Backlot recentemente teve a oportunidade de entrevistar o ator Ryan Kelley, que interpreta o policial Parrish, assistente do Xerife Stilinski na delegacia de Beacon Hills, em Teen Wolf. O ator falou sobre coisas muito interessantes, incluindo para quais outros personagens da série ele fez o teste antes de se tornar o Parrish, com quem seu personagem interagirá na atual temporada e se há um interesse romântico à vista. Ele também falou sobre coisas mais pessoais, como o impacto que seu primeiro trabalho de destaque na televisão e sua família causaram em sua vida e sua carreira. Confira abaixo nossa tradução da matéria:

Apesar de Ryan Kelley ter feito uma primeira impressão forte quando ele estrelou ao lado de Sigourney Weaver como o suicida Bobby Griffith no filme de TV de partir o coração Prayers For Bobby (em português Orações Para Bobby), ele nos surpreendeu de uma forma completamente diferente na sua primeira aparição na última temporada do drama com lobisomens da MTV, Teen Wolf.

Para aqueles que ano passado disseram que queriam ver mais do Policial Parrish, a quarta temporada de Teen Wolf atenderá seu pedido. Não só Parrish estará mais envolvido com as aventuras de Scott (Tyler Posey), Stiles (Dylan O’Brien), Derek (Tyler Hoechlin), Lydia (Holland Roden) e as novas regulares Kira (Arden Cho) e Malia (Shelley Hennig), mas o jovem policial também pode se ver com um interesse romântico.

A jornada de Ryan Kelley até Teen Wolf foi longa, segundo ele, mas o criador da série Jeff Davis nos disse via e-mail para essa matéria que colocar Kelley no elenco como Parrish foi bem fácil:

“Ryan e eu temos sido amigos por muitos anos, e eu tenho na verdade tentado encontrar o papel certo para ele. Quando Parrish surgiu, eu sabia que ele se encaixaria bem. Mas até mesmo depois de interpretar alguns papeis ótimos como Bobby em Prayers For Bobby (também dirigido por Russell Mulcahy) ele ainda tinha que fazer a audição e ganhar o papel. O que ele fez maravilhosamente.” E, sobre como Kelley integrará a nova temporada, Davis oferece, “Nós definitivamente veremos mais do Parrish na Quarta Temporada, especialmente em relação aos mistérios de Beacon Hills. Também tem sido muito bom para nós, os roteiristas, poder dar ao Xerife Stilinski um parceiro para resolver crimes.”

Nós nos sentamos com o charmoso e amigável Kelley recentemente para falar sobre sua experiência na série, bem como o que ele aprendeu com seu papel em Prayers For Bobby e com seu crescimento como um de quinze filhos.

Conte como Teen Wolf surgiu para você.

Ryan Kelley: Na verdade, Teen Wolf tem sido um processo longo. Russell, que você conhece, é produtor executivo de Teen Wolf e também é diretor. Ele fez Prayers For Bobby. Então, quando eu comecei, eu fiz teste para o papel de Scott. Na época, eu pesava 56 kg. Eu era bem pequeno.

Então quando eu fui à sala de audições, eu acho que Jeff estava sendo legal mas ele perguntou, ‘Você consegue ganhar mais de 10 kg em mais ou menos um mês ou dois?’ Normalmente atores mentiriam e responderiam, ‘Claro que sim’ mas nesse caso eu disse ‘Honestamente, não. Eu posso me esforçar ao máximo mas eu acho que não.’ E eu não consegui. Não tinha como. Então, na verdade eu fiz teste algumas vezes e nunca cheguei a lugar nenhum. Eu era pequeno demais.

E aí na segunda temporada foi o papel de Isaac. Eu me envolvi nisso também e cheguei bem perto mas não era certo para o papel. Eles escolheram Daniel [Sharman], que é incrível e por sorte Parrish surgiu e Jeff me colocou no caminho e aqui estou eu.

– Você pode falar sobre com quem você estará interagindo mais nessa temporada? Eu imagino que seja bastante pela delegacia e com Xerife Stilinski.

RK: Na temporada passada era sempre com Linden [Ashby, que interpreta o Xerife Stilinski] e se eu estivesse perto da outra turma, era mais ao fundo ou meio de lado, mas nessa temporada eu com certeza me envolvo mais na história. Definitivamente nessa temporada há muito mais Parrish para aparecer.

– Eu tenho escutado dos rapazes [do elenco] desde a primeira temporada sobre a dieta de Teen Wolf. Você faz parte dessa dieta?

RK: Eu achei que eles estivessem brincando. Eu tinha escutado sobre isso, mas achei que era uma piada até chegar ao set e foi tipo, ‘Vocês não estavam brincando.’ Eles têm uma academia inteira! Eu já estive em sets antes onde os atores têm os aparelhos mais essenciais que você precisa então entre as gravações dá pra você malhar os braços.

Eles têm uma academia completa. E eu fiquei tipo, ‘Isso é loucura.’ Mas é Teen Wolf. É rapazes bonitos em boa forma então tem me forçado a pegar pesado porque eu não quero ser o único ao fundo. Eu não quero ser deixado para trás, então eu tenho comido bem, ido à academia muito mais do que uma pessoa deveria, mas tem dado bons resultados. Então com certeza é uma coisa boa.

– A questão mais importante que vou lhe perguntar, você já apareceu sem camisa nessa temporada?

RK: Não. Ainda não. Está próximo, mas ainda não chegaram lá.

– Dito isso, qual é seu calcanhar de Aquiles em relação a lanches ou comidas que você tem dificuldade para negar?

RK: Para ser honesto, eu tenho sorte de ser como meu pai. Eu como só porque eu preciso. Comida nunca foi grande coisa para mim. Se está na minha frente, eu vou comer, mas enquanto estiver fora do campo de visão, fora do pensamento, eu não tenho muito problema. A única coisa que é minha fraqueza, que eu imploro, é macarrão. Carboidratos, carboidratos, carboidratos. Macarrão é tipo minha coisa preferida do mundo e simplesmente não é a melhor coisa para seu abdome, para deixá-lo definido. Então, eu com certeza tive que cortar o meu amor por macarrão mas não é tão ruim como… Eu tenho amigos que são obcecados por chocolate e doces e eu não tenho essa tendência de gostar de doces, então por sorte eu não tenho que lutar contra essa vontade porque seria difícil.

– Uma vez que você começou a gravar a série na temporada passada, qual foi o maior mal entendido que você teve a oportunidade de esclarecer?

RK: Não teve tantas surpresas assim. Uma coisa eu digo só de conhecer Jeff, eu sei que uma das suas prioridades absolutas é fazer com que o ambiente de trabalho seja divertido e todo mundo se dê bem e seja legal e que não haja egos no set. Eu sei que todo ator diz isso, mas é realmente o set mais fácil no qual eu já trabalhei. Todo mundo é legal. Todo mundo é amigável. Ninguém nunca fica triste.

Um dia eu estive lá por mais de 12 horas e nunca me senti no trabalho. É um dia longo, mas é divertido. É como um mundo só de Teen Wolf lá e todos são legais, todos são amigáveis e é só uma família.

– Com quem você não contracenou muito ou nenhuma vez que você gostaria de poder atuar junto na série? Alguém com quem você não conseguiu mesmo trabalhar muito?

RK: Posey. Eu fiz algumas coisas menores com ele e em boa parte das vezes que trabalhei com ele nós estávamos opostos um ao outro. Há duas cenas acontecendo e eu estou nessa parte e ele está em outra rolando na cela, então eu nunca tive a chance de trabalhar diretamente com ele. Baseado no que eu pude ver, ele é muito divertido de trabalhar. Ele é jovem. Ele é cheio de energia. Ele é meio que um crianção, mas ele é assim de uma forma divertida e eu adoraria ter um dia inteiro só trabalhando com ele e podendo ser bobões por aí juntos.

– Alguma chance de Parrish ter uma vida amorosa nessa temporada?

Nessa temporada eles estão jogando ideias. Eu não vou entregar nada mas está por vir. Então, é uma possibilidade. Eu não sei se eles vão mesmo explorar isso em breve mas eu sei que está por vir. Essa é a única coisa que eu posso dizer a respeito.

– Interpretar um personagem gay não é coisa nova para você mas e se Jeff dissesse, ‘nós vamos fazer com que Parrish seja um personagem gay.’ Qual seria sua reação?

RK: Não é diferente de interpretar um policial. Você é um ator. Nunca houve um papel que eu não faria. Quero dizer, a não ser que fosse tipo um monstro horrível que só falasse palavrão e fizesse profanidades e matasse gente sem motivo quando não se tem objetivo para isso. Mas é isso que eu sou como um ator. É mais estranho para mim interpretar um policial. É um desafio muito maior para mim interpretar um policial do que qualquer outra coisa então é tudo parte da atuação. É dessa forma que eu sempre vejo.

– Vamos falar sobre Prayers For Bobby. Como seu papel no filme mudou você como um ator ao trabalhar com Sigourney Weaver e os desafios dele. Você com certeza estabeleceu um padrão bem alto para você mesmo com esse projeto!

RK: Eu amo atuar e eu farei qualquer tipo de coisa, mas ser parte de um projeto que tinha um alcance como esse e tanto poder de atingir as pessoas e também o timing foi incrível e tudo a respeito dele foi mágico para mim. Eu espero mais do que tudo fazer outro projeto com metade da importância que esse filme teve na minha vida e na vida das outras pessoas. Mas não aparece assim com frequência. Não mesmo.

Pessoas podem realmente amar o Parrish em Teen Wolf, mas eu conheci filhos e pais que assistiram Prayers For Bobby e disseram que suas vidas mudaram completamente de verdade. É um projeto tão especial que me mudou para sempre e eu só posso torcer para que eu tenha a oportunidade de participar de outra coisa como essa. Mas você está certo, com certeza estabeleceu um padrão alto, mas de uma forma boa. Não é ruim ter estabelecido um objetivo grande assim.

– Esse projeto mudou sua percepção quanto a o que jovens gays às vezes enfrentam?

RK: É uma boa pergunta. Eu sabia que havia pessoas por aí que são ignorantes em relação a tudo, cor, raça, preferência sexual. Eu tenho uma família enorme com todo tipo de nacionalidade então eu tive sorte de ser criado por pais que são bem abertos. O negócio deles é seja feliz com quem você é e nós o amaremos acima de tudo. Então, eu sabia que havia famílias por aí que não aceitavam ou isso ou aquilo, mas eu acho que eu não estava ciente de como era difícil para alguns jovens e o conceito de tirar minha própria vida por causa de alguma coisa simplesmente não me passava pela cabeça.

E então encontrar jovens que passam por essa luta todo dia, é um baque. Às vezes era muito difícil de lidar. Há um limite do que eu posso fazer ao encontrar um rapaz que está seriamente considerando tirar sua própria vida como Bobby fez. Há um limite do que você pode dizer, e fica bem emocionante e triste e você só quer dar um abraço no menino. Mas como eu disse, há um limite do que você pode fazer. Então, isso com certeza abriu meu mundo dessa forma.

Eu não fazia ideia, essas lutas por aí. Mas também foi mágico poder, eu espero, mudar alguma parte da perceptiva desses jovens e fazê-los perceber que eles não estão sozinhos e que vai melhorar e que você não é o único a passar por isso. Mas sim, definitivamente abriu mais meus olhos.

– Conte sobre sua vida em família, porque eu sei que é um tanto quanto única.

RK: Minha família com certeza é única. Então, nós somos em 15. Negros, Asiáticos, Brancos, Hispânicos misturados e meus pais também foram pais adotivos temporários por várias vezes quando eu era mais novo. Até nós atingirmos um certo número de crianças… existe leis que dizem ‘você não pode ter X crianças abaixo de certa idade,’ o que era horrível para minha mãe, mas provavelmente era melhor assim. Se fosse por conta da minha mãe, ela teria uns 100 filhos agora. Meu pai está mais no lado lógico e gostaria de se aposentar antes dos 90 anos. Mas eu nunca conheci um crescimento diferente desse só que conforme eu ficava mais velho, mais eu percebia como eu tinha sorte em fazer parte daquilo.

Moldou minha vida completamente. Eu tenho a capacidade de estar em situações que outras pessoas poderiam se sentir desconfortável. Você pode me colocar com qualquer pessoa seja alguém, uma pessoa horrível ou uma pessoa ótima, o que for. Eu sempre posso achar um jeito de lidar com a situação só da minha educação maluca porque com certeza foi uma bênção. Meus pais são incríveis. Meus irmãos são doidos.  Eu sou doido mas nós nos dávamos bem de alguma forma e sim, eu amava. Os Natais eram coisa de louco.

– Então há 15 de vocês e vocês têm a idade próxima?

RK: Bastante. Então, Katie, a mais velha de nós tem 34 ou 35 anos e os dois mais novos têm 13. Minhas outras três irmãs mais velhas e a esposa do meu irmão estão todas grávidas ao mesmo tempo e todas elas estão para ganhar bebê no mês que vem, o que é insano, mas muito legal para minha mãe. Eu nunca vi minha mãe tão feliz mas, sim, minha família é única e me fez quem eu sou hoje. Eu acho que é por isso que eu sou tão aberto em relação a tudo, por causa dos meus pais e da minha criação.

– Como isso influencia os seus próprios pensamentos sobre ter filhos quando a hora chegar?

RK: Eu não quero 15. Eu adoraria, se eu pudesse bancar, eu adoraria ter algum tipo de ajuda com uma agência de adoção ou algo do tipo para ajudar crianças, porque eu estive nesse mundo e eu vi como é péssimo. Não é bom, mas eu quero muitos e eu quero adotar. Essa é a coisa mais importante. Com certeza mudou minha percepção e eu entendo isso.

Fonte
Tradução e Adaptação: Equipe TWBR

Para mais informações, não deixe de acessar o Teen Wolf Brasil!










5406854562_28829.jpg
5406854562_28729.jpg
5406854562_28629.jpg
5406854562_28229.png
5406854562_28129.png
5406854562_28129.jpg
5406854562_28529.jpg
5406854562_28429.jpg
5406854562_28329.jpg
5406854562_28229.jpg
4068643415_28129.jpg
4068643415_28429.jpg
4068643415_28329.jpg
4068643415_28229.jpg
65408850_281229.jpg
65408850_281129.jpg
65408850_281029.jpg
65408850_28829.jpg
65408850_28729.jpg
65408850_28629.jpg
65408850_28529.jpg
65408850_28429.jpg
65408850_28329.jpg
65408850_28229.jpg
65408850_28129.jpg
504984840_28229.jpg
504984840_28329.jpg
504984840_28429.jpg
504984840_28129.jpg
7806786045_28129.jpg
7806786045_28329.jpg
7806786045_28229.jpg
8709764676_28429.jpg
8709764676_28329.jpg
8709764676_28229.jpg
8709764676_28129.jpg
8709764676_28329.png
8709764676_28529.jpg
8709764676_28229.png
8709764676_28129.png
8709764676_28529.png
8709764676_28429.png
4807864343_281529.jpg
4807864343_281429.jpg
4807864343_281329.jpg
4807864343_281229.jpg
4807864343_281129.jpg
4807864343_281029.jpg
4807864343_28929.jpg
4807864343_28829.jpg
4807864343_28729.jpg
4807864343_28629.jpg
4807864343_28529.jpg
4807864343_28429.jpg
4807864343_28329.jpg
4807864343_28229.jpg
4807864343_28129.jpg
896078564_28229.jpg
896078564_28429.png
896078564_28329.png
896078564_28229.png
896078564_28129.jpg
896078564_28429.jpg
896078564_28529.png
896078564_28329.jpg
7860456456_28529.jpg
7860456456_28429.jpg
7860456456_28329.jpg
7860456456_28129.jpg
7860456456_28229.jpg
870585533_28829.jpg
870585533_281029.jpg
870585533_28929.jpg
870585533_28729.jpg
870585533_28629.jpg
870585533_28529.jpg
870585533_28429.jpg
870585533_28329.jpg
870585533_28229.jpg
870585533_28129.jpg
54065462003_28829.jpg
54065462003_28729.jpg
54065462003_28629.jpg
54065462003_28529.jpg
54065462003_28329.jpg
54065462003_28229.jpg
54065462003_28129.jpg
54840665_28829.png
54840665_28729.png
54840665_28629.png
54840665_28529.png
54840665_28429.png
54840665_28229.png
54840665_28129.png
65645456_28529.png
65645456_28429.png
65645456_281229.jpg
65645456_281129.jpg
65645456_281029.jpg
65645456_28929.jpg
65645456_28829.jpg
65645456_28729.jpg
65645456_28329.png
65645456_28129.png
65645456_28229.png
65645456_28629.jpg
65645456_28529.jpg
65645456_28429.jpg
65645456_28329.jpg
65645456_28229.jpg
65645456_28129.jpg
540854046_28429.jpg
540854046_28129.jpg
540854046_28329.jpg
540854046_28229.jpg
70865864536_281329.jpg
70865864536_281229.jpg
70865864536_281129.jpg
70865864536_281029.jpg
70865864536_28629.jpg
70865864536_28729.jpg
70865864536_28529.jpg
70865864536_28429.jpg
70865864536_28929.jpg
70865864536_28329.jpg
70865864536_28829.jpg
70865864536_28229.jpg
70865864536_28129.jpg
4598845203_28129.png
4598845203_28129.jpg
4598845203_28929.jpg
4598845203_28829.jpg
4598845203_28729.jpg
4598845203_28629.jpg
4598845203_28229.png
4598845203_28329.jpg
4598845203_28529.jpg
4598845203_28429.jpg
4598845203_28229.jpg
7097576534_28729.jpg
7097576534_28629.jpg
7097576534_28529.jpg
7097576534_28429.jpg
7097576534_28929.jpg
7097576534_28329.jpg
7097576534_28829.jpg
7097576534_28229.jpg
7097576534_28129.jpg
860786645211_28829.jpg
860786645211_28729.jpg
860786645211_28629.jpg
860786645211_28529.jpg
860786645211_28429.jpg
860786645211_28329.jpg
860786645211_28229.jpg
860786645211_28129.jpg
78907864422_28329.JPG
78907864422_28229.JPG
78907864422_28129.JPG
78907864422_28829.jpg
78907864422_28729.jpg
78907864422_28629.JPG
78907864422_28529.JPG
78907864422_28429.JPG
7804545455_28129.jpg
7804545455_28429.jpg
108645314_28229.jpg
108645314_28329.jpg
108645314_28429.jpg
108645314_28129.jpg
6078645244_28129.jpg
6078645244_28429.jpg
6078645244_28229.jpg
8906864666_281729.JPG
8906864666_281629.JPG
8906864666_281529.jpg
8906864666_281429.jpg
8906864666_281329.JPG
8906864666_281229.jpg
8906864666_281129.jpg
8906864666_281029.jpg
8906864666_28929.JPG
8906864666_28829.jpg
8906864666_28729.jpg
8906864666_28629.jpg
8906864666_28529.jpg
8906864666_28429.jpg
8906864666_28329.jpg
8906864666_28229.jpg
8906864666_28129.jpg
521051112033_28429.jpg
521051112033_28529.jpg
5084984841_28829.jpg
5084984841_28429.jpg
5045451132.jpg
5084984841_28729.jpg
5084984841_28629.jpg
5084984841_28529.jpg
5084984841_28129.jpg
5084984841_28329.jpg

Atualizações da Galeria

Nossa Fanpage

Tema por Gabriela Gomes • Teen Wolf Brasil Copyright 2015 - Alguns direitos reservados - Pessoas online - Hits: